Ao verdadeiro amigo

Publié le par Velho e Ferido Lobo Solitário

Era eu tão solitário como um belo lobo que de seu prestigiado bando foi embora, depois de se mutalizar tornando se um Velho e Ferido Lobo Solitário. Fiquei Só no mundo, ao meu redor nada via, nem ar para respirar...

Vivia momentos tristes, agonizantes de profunda dor... e minha alma desejava que alguem a

consola-se, porem ninguem havia...
Vivia raros momentos de grande gozo e felicidade... e meu coração desejava que alguem se alegrasse com ele... porem ninguem havia...

Olhava aos Céus... lembro me... dizia: Deus Mande me um de seus anjos, um de seus pequeninos. Para que me console nas adversidades e seu coração se regozije com o meu nas bem aventuranças...
Hoje olho para os Céus e digo: Deus obrigado por me mandar um de seus pequeninos anjos...

Este é o meu melhor amigo, irmão por excelencia, este é tudo para mim e minhas forças e poderio aplicarei em sua defesa assim como um dia fez o bem aventurado ló ao receber o anjo do senhor em sua casa.


(Obrigado por tudo Wesley a começar por sua existencia.)

Pour être informé des derniers articles, inscrivez vous :

Commenter cet article