Monstros modernos

Publié le par Velho e Ferido Lobo Solitário

''Meus amigos,sou novata neste blog então por favor não estranhem meu modo de escrita.não sou muito de falar de mim sou apenas uma poetisa apaixonada pelo universo maravilhoso e inspirador que é a poesia espero que apreciem meu primeiro escrito com a vestimenta do textos poéticos.'' Kira

Enquanto todos dormem
enquanto eles fazem suas preces
a insônia me assombra
o desejo me consome

meu corpo dança de forma delirante
a dor tornou-se algo reconfortante
já não ha pra quem gritar
e me ponho novamente a dançar

no meu corpo marcas de uma história
no delniar de cada curva
no profeciar de cada palavra
vejo-me encurralada

a boca que um dia meu corpo beijou
hoje meu rosto escarrou
um monstro moderno me tornou
e tomada pelo desejo proclamou

é excitante o meu mundo
jovens hipocritas da sociedade
jamais poderão escapar
a podridão,a escuridão,a perversão

só vejo o teu fim
e tendo plena certeza,não terás à mim
as marcas da podridão
são as mesmas que lhe assombrarão

quando teu túmulo estiver no chão
e quando tuas carnes os vermes comerão
e quando estiver no chão
serei eu que pisarei em teu coração.



Commenter cet article